Pular para o conteúdo

Integrar os sistemas de Planejamento, Orçamento, Financeiro e Contábil do Estado.

Estabelecer   unicidade   de   informações  -   facilitando   a  Execução   da   Programação   Financeira,   a Execução  Orçamentária   da  Receita,  Execução  Orçamentária   da  Despesa   e   a  Contabilização   dos Órgãos da Administração Direta e Indireta.

Atualizar informações dos compromissos financeiros - inclusive a Dívida Ativa

Agilizar as   informações  de Programação Financeira  -  geradas  nos  picos  de desembolso e  nas aplicações dos recursos financeiros;

Agilizar os dados e oportunizar as informações Contábeis.

Disponibilizar maior volume de informações por menor custo.

Formatar dados numa estrutura dinâmica  - visando absorver às mudanças das necessidades do usuário com as alterações na legislação, nos métodos de trabalho etc.

Reduzir o fluxo físico de informações - centralizando os controles e descentralizando a operação do Sistema.

Incluir informações no Sistema uma única vez pela fonte de origem - visando à eliminação das informações conflitantes.

Restringir os volumosos registros manuais - a cargo dos Órgãos de Finanças.